NESTA HORA, SANTA.

KamaSutra

Nesta hora, santa

Se eu te pego potranca

Te agarro pelos pés

Nesta hora sagrada

Não te quero santa

O que me agrada

São tuas ancas

Mordo peito, pêlos

Suspiros tu me arrancas

Te devoro nesta hora

Minha flor, bela espanca

Santifico todo pecado

Costuro o peito eriçado

Entro em tuas pernas

Com meus galhos

Te quero de quatro, Madona,

de cocóra feito moça da zona

Misturo saliva com chocolate,

Faço um estudo de língua

Tua geografia, lambo, me sub-meto

Meto, conheço os 4 cantos sem cuidado

Eu úmido, o corpo da cadela molhado

Amanheço borrado de baton carmim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: