A arte não ama os covardes.

A arte não ama os covardes.

Ontem no o Centro cultural de Belo Horizonte aconteceu abertura da sétima edição do Disseminação – Mostra de Cinema e Vídeo Experimentais, que este ano apresentará 24 curta-metragens de diversas regiões do país e sete performances e intervenções com artistas convidados.

Foi uma noite bastante agradável com uma produção cinematográfica muito diversificada e criativa, desde do roteiro, os recursos digitais utilizados e as técnicas, fotografia e a trilha sonora. Dos seis apresentados na noite de ontem o filme que me chamou atenção foi: “quando o céu desce ate ao chão” conta a historia de uma moça, Sofia não sabe se casa ou se compra uma bicicleta. Este nem foi o filme mais interessante da programação mas o que me marcou foi uma passagem em que o personagem principal faz uma pichação em um muro, escreve a seguinte frase:  “A arte não ama os covardes“.Esta frase me deixou bastante pensativo, em alvoroso, fiquei me interrogando, a arte ama quem? fiquei com esta questão em boa parte da noite e pela madrugada afora. Quem a arte busca e se apaixona, quem a arte ama?

Para quem quiser ver amostra.

Mostra Disseminação de Cinema e Vídeo Experimentais

De quinta a domingo, às 19h, no Centro de Cultura Belo Horizonte, Rua da Bahia 1.149, Centro.
Entrada Franca: Retirar o ingresso com meia hora de antecedência – sujeito à lotação.

Babilak Bah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: