Uma canção à mãe do mundo.

Imagem

Uma canção para a mãe do mundo.

Ha trinta anos
Seguiu uma viagem que não teve retorno

Ha trinta anos
Presencio uma ausência que não tem nome

Ha trinta anos
Uma saudade me invade – habito um vazio

Ha trinta anos
Minha mãe me visita todos os dias

Ha trinta anos
Eu nascia pela segunda vez para o mundo.

Babilak Bah

sobre a escultura:

Uma obra da série de figuras grávidas, esculpida em madeira sucupira pelo artista Artista plástico Fory, nascido na cidade de Cachoeira – Bahia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: