Filho das areias do mundo – Aderaldo Luciano.

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Filho das areias do mundo  –  Aderaldo Luciano.

Tem uma musica do compositor Dominguinhos, que o mestre canta: “amigos a gente encontra o mundo não é só aqui“. Belíssima canção. Fazer amigos, sem dúvida, é uma arte, quando o fazemos a felicidade se faz presente – brota universos. Aderaldo Luciano é um desses amigos que construí de maneira curiosa e inusitada, eu o conheci nas redes sociais, começamos uma amizade via online, incrível esta história, apesar de sermos paraibanos, mas só foi possível nosso encontro pelas vias da internet, tivemos loncas conversas, diálogos frutíferos, proporcionado pela tela do computador, a partir de nossas conversas, nos encontramos algumas vezes no Rio de Janeiro, realizamos um bate papo descontraido e muitas afinidades, criamos projetos futuros, mediante a uma amizade que se acende em cada encontro. Um detalhe curioso, em julho ultimo, por ironia do destino, sem nenhuma premeditação, a penas uma situação da vida, nos encontramos no interior da Paraíba, na cidade natal do poeta.

Estávamos na mesma programação do Festival de Arte da cidade de Areia, encontrar-me com o poeta cordelista no festival, foi uma felicidade e sorte, minha e de muitos que estiveram próximo durante o transcorrer do festival. Foi um encontro prazeroso, muitas conversas, reflexões, intervenções pelas ruas, os puxões de orelhas, as observações contundentes que fazíamos, sempre no sentido de corrigirmos um ao outro durante nossas avaliações. Parecíamos dois irmãos, nesse Brasil de bastardos.

Depois de ter participado do Festival, saímos da Serra da Borborema: eu em direção a joão Pessoa, Aderaldo Luciano rumo a capital do Rio Grande do Norte – Natal, nesse percurso, tivemos muitas alegrias, ao passar por algumas cidades do interior paraibano, realizando pesquisas, anotaçoes, fotografamos lugares, pessoas anônimas e ilustres. Desta forma, celebravamos a nossa paraibanidade.

Foi super divertido, um aprendizado… está ao lado do amigo Aderaldo Luciano.

Na foto: Aderaldo performando em frente a capela de Santo Antonio de 1856, na cidade de Cruz do Espirito Santo – PB.

Obs: Aderaldo Luciano é doutor e mestre em Ciência da Literatura, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, professor, poeta, escritor e músico trabalhando com os conceitos fundamentais da poética do nordeste brasileiro. Autor dos livros Anotações para uma história do cordel brasileiro.

Foto: Babilak Bah

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: