Há muita vozes na canção de Raphael Sales.

31206553_2122310114679588_1691028448065093632_n

Há muitas vozes que compõe e confluem para o talento de Rafhael Sales,

O jovem compositor é um sal, um paradoxo, com sua doce melodia e canto leve, sofisticado extremamente irmanado de negritude, contudo forjado de sentimento ubuntu.

E canta:

‘’Reina fogo, reina fogo, reina

Quanto mais calor mais cor

Por onde eu for

Ilumina minha visão

Por favor“

Violinista e filho de Xangô, trás consigo a “harmonia do mundo“ o entendimento dos contrastes, no entanto, com ironia poética e consciência de onde veio, canta as dores, os sentimentos profundos que habita a memoria de seus acordes,  explicito na musica: Os Mininim.

‘’Os cabelos dos mininim

Era baixim e raspadim

Era pretim e enroladim

Os mininim

Os calcanhar dos mininim

Era mais duro que o chão

Machucadim e rachadim

Os mininim“

Segue atento, acordado para as aflições dos humanos, portanto, sabe dos direitos sociais e politico de seu tempo, de sua gente. Musico habilidoso, de canto afinado com o momento histórico em que vive, e assim, ambiciona voos e inúmeras liberdades, mesmo quando atravessa o caos, tem lembranças dos tempos de seu quintal, na belíssima canção Ipê.

“Quando passo por caminhos

Mato seco cinza sazonal

Eu avisto o imponente colorido seu

Contrariando os que pensam que a natureza morreu”

Em Contagem regressiva, com sua invenção, para o artista tudo é motivo criador desde que não entristeça as águas, na canção, Terra,Raphael canta:

“Povo meu nasceu do corpo dela“

Sales, acaba de ingressar no grupo dos compositores, da nova geração nascido em terras mineiras, com o recente álbum autoral, lançado de forma independente e colaborativa. O Cd é carregado da essência das energias elementais e forças míticas, sem ingenuidade técnica ou crueza estética, além de ter um olhar amplo delicado para os ritmos que movimenta e lhe  impulsiona para o gesto cancional.

Raphael, para chegar até aqui, fez uma travessia que soa  FUNDAMENTAL traz consigo um coletivo, um grupo de artistas, músicos e apoiadores que acreditaram na força de suas águas, em suas ideias sobretudo em seu talento que reflete um posicionamento renovador e necessário nesses tempos onde as relações são monetizada, onde o dinheiro é um fundamento que compra tudo.

O Cd “Fundamental“ surge como um movimento que articula novas ideias, com possibilidades inovadoras para um congresso internacional do amor, ou seja, um tempo de renovação. O álbum composto de 10 canções, em cada faixa, foi escrito um mini-conto que realiza um belíssimo dialogo com o sentimento das canções.

Raphael Sales, chega com voz, um vigor como fonte que faz jorrar água.

Babilak Bah.

 

%d blogueiros gostam disto: